quinta-feira, 30 de agosto de 2018

A pintura de retratos...


Esta semana, na nossa página e grupo do facebook, temos partilhado muitos pormenores sobre a pintura de retratos.

Hoje, partilhamos, passo a passo, de como foi feita a pintura do retrato do Papa Francisco e para que fique tudo mais aprofundado, resolvemos fazer um artigo exclusivamente dedicado a esta pintura.

Por ser uma pessoa que é conhecida do público em geral, será assim facilmente identificada em termos dos pormenores que devem orientar a pintura de um retrato, e assim podermos partilhar concretamente cada momento essencial que não deve ser esquecido por quem gostaria de pintar um retrato.

Para começar, antes de pintar-se um retrato temos de olhar bem cada pormenor da pessoa a retratar... aliás é preciso que tenhamos várias fotos da pessoa, pois existem pormenores que só em várias fotos podemos perceber..

É um caminho de estudo lento que pouco a pouco vai se formando em nossa mente...


Inicialmente temos de fazer algumas linhas bem leves do retrato, que definam o tamanho e a posição do retrato na folha de papel...

Depois começa-se a desenhar os olhos, pois nos olhos encontramos muito do que é a pessoa...


Começamos pelos olhos porque os olhos concentram muito da personalidade da pessoa retratada.

Senão pintarmos os olhos conforme o que é a pessoa, todo o retrato torna-se frio e sem sentimento... é ali nos olhos que devemos concentrar toda a força e energia da pessoa retratada...


Depois de se pintar os olhos, o próprio rosto nos levará a avançar na pintura do retrato.

Todos os pormenores são importantes, pois cada pessoa é única. 


Sim, porque um retrato é feito desses pequenos pormenores... se destes pequenos pormenores não se identificar a pessoa, algo está errado com a nossa pintura...


A partir do rosto, todo o resto deve ter uma fundamental importância, porque também no cabelo, testa, pescoço, orelhas, tudo mesmo faz parte da pessoa... Qualquer coisa que modifiquemos, modifica também a pessoa retratada.

Se em um retrato, for necessário pintar as mãos, eis aqui um pormenor que por vezes parece sem importância. Mas não é assim! Quando fiz o meu curso de desenho, o meu professor disse-me que se as mãos não forem bem pintadas ou/desenhadas revela que o artista não tem muita experiência ou ainda é amador... Desenhar e pintar as mãos nos obriga a um trabalho extra...


Nesta fase da pintura, o fundo que escolhemos para o retrato é fundamental...

Como o Papa Francisco é uma pessoa que emana muita luz, ainda mais que o branco que veste ainda mais capta toda esta luz na sua pele, igualmente clara e cabelos já brancos pela idade, escolhi um fundo mais escuro mas não muito escuro porque queria que a própria pintura por si mesma revelasse esta luz sem tanto contraste...


E assim termino a pintura do Papa Francisco...

Nesta pintura utilizei o carvão, o lápis grafite e o pastel branco. A pintura foi feita sobre papel adequado para pintura aguarela pois eu gosto muito desta textura para o caso de querer pintar em cores...

No caso do Papa Francisco, preferi ficar com os tons de branco e preto, porque penso que ele é uma pessoa simples, de leveza nas palavras com a imagem sempre muito ligada às cores do branco e preto. Aliás, ele sempre optou por usar sapatos pretos e uma pasta preta nas suas viagens, vestindo-se sempre com a roupa branca ligada ao seu cargo papal.

Ao pintar apenas nos tons preto e branco, queria ao mesmo tempo colocar nesta imagem muita paz que é o que este Papa me transmite, em termos pessoais.

Quando pintamos um retrato também podemos transmitir o nosso sentimento, aliás, devemos transmitir o que sentimos ao contemplar o retrato.

Por vezes, ao longo da pintura, é o próprio retrato que pede algo mais, e por isso, devemos sentir cada traço e cor, e ao fim, admirar a obra e perguntarmos-nos se conseguimos ou não transmitir exatamente o que a pessoa nos fez sentir.


A pintura de um retrato é para além de pintar uma fotografia.Cada traço revela a construção de alguém.Um retrato conta uma história, a história de uma pessoa.

Por isso, fiz ainda um vídeo com a pintura deste retrato.
Clica aqui para ver este vídeo no meu canal pessoal de Youtube.


Amanhã irei falar de um retrato a cores, e assim poderão sentir o quanto a cor dará um percurso diferente na pintura de um retrato.

Se gostou deste artigo, siga-nos neste blogue e nas redes sociais. Deixo abaixo os links.
Página do Facebook - GraccioCaetanoAtelier/

Canal do Youtube Gráccio Caetano

E não esqueça que se quiser aprender dicas sobre arte, deverá pedir para participar no Grupo do Facebook "Arte com alma - Sinta e Pinte com Gráccio Caetano", onde vamos partilhar mais em pormenor, e apenas para este grupo reservado, como é pintar a partir do sentimento.

Até o próximo artigo!
(Rosária Grácio)

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

A Arte comunica por si mesma.



Olá a todos que querem pintar a partir do sentimento.

Durante vários anos realizei diversas exposições de pintura e a cada exposição, o que mais me incentivava a continuar era ver como os meus quadros falavam com as pessoas, sem que fosse necessário eu estar ali a dizer seja o que for acerca da técnica e do estilo utilizado.


Geralmente, só interagia com as pessoas que visitavam a minha exposição se viessem ter comigo para perguntar-me alguma coisa ou ao começo da visita para lhe dar a minha bibliografia e o preçário dos quadros.

O que queria é que os meus quadros falassem por si mesmos.  E aos poucos, fui percebendo que cada quadro tinha o seu dono e cada obra atingia a história particular de cada um sem que fossem necessárias muitas palavras.


A arte tem uma linguagem própria e por si mesma comunica e essa comunicação é o essencial da Arte. 

A Pintora Rosária Vilela
Atelier Gráccio Caetano

Visite e conheça a Arte Gráccio Caetano em 

Para acompanhar as dicas sobre Arte do Atelier Gráccio Caetano, visite e subscreva o Canal do Youtube Gráccio Caetano em

Deseja aprender a pintar o que sente para fazer os seus próprios quadros?  



A pintura de retratos...

Esta semana, na nossa página e grupo do facebook, temos partilhado muitos pormenores sobre a pintura de retratos. Hoje, partilhamos...